Conheçam a história inspiradora da escritora que lançou três livros em onze meses



    Ter um livro publicado é o desejo de dez entre dez escritores iniciantes. A autora Patrícia Morais publicou três livros no período de onze meses e após fechar o contrato com a sua segunda editora, deixou o emprego no hospital.  Vocês não estão lendo uma história de ficção. Essa façanha aconteceu mesmo.

Lançamento: Songs of Submission [Editora Charme]

  Jonathan Drazen vem aí! 

Implore... 
Excite...
Submeta!

    Mulherengo, rico, lindo e tremendamente encantador, esse cara sabe muito bem o que quer, e como quer! 


    Conheçam o primeiro livro da trilogia Songs of Submission, de CD Reiss.

Sorteio de Aniversário do blog Uma Mãe Leitora

 Olá! 

    Um ano atrás surgia o blog Uma Mãe Leitora; na época com o nome Confissões de uma mãe leitora. Ao longo desse ano, o blog passou por  várias mudanças, a mais importante no nome mais curtinho e agradável. 


    E claro que não poderíamos deixar de nos juntar ao blog nessa festa. Para comemorar, vamos sortear 23 livros para 6 leitores sortudos. 

     Confira as regrinhas e participe!

Apresentação: Ana Cláudia Esquiávo

 Olá!!

         Eu sou a nova colunista do blog Literaleitura e estou muito feliz por poder conciliar as duas funções que eu abracei e adoro. Jornalismo e literatura.

         Sou geminiana, apaixonada por livros, música, arte, cultura e natureza. Amo escrever e gostaria  de agradecer a Raquel pela oportunidade maravilhosa de atuar como colaboradora do blog.



Apresentação: Estefania Cristina


Olá, queridos leitores!
Meu nome é Estefania Cristina (mas podem me chamar de Fany) sou escritora, compositora e agora a mais nova resenhista no blog “Literaleitura”. Fundado por Raquel Cavasini. Onde estarei colaborando junto a uma dedicada equipe, na qual estou orgulhosa em fazer parte. Obrigada Quel e Fernanda! Agora vou contar um pouco sobre mim e alguns marcos do meu trabalho na literatura. 

Resenha: A Dama da Ilha

Autora: Patrícia Cabot
Editora: Essência
Ano: 2011
Páginas: 319

*Obra cedida pela editora no formato de livro físico, para resenha, referente a parceria de 2017.

Sinopse
O Marquês de Stillworth, Reilly Stanton, quer reconstruir o seu orgulho ferido comprovando para todos e para si mesmo que é um verdadeiro herói e não um bêdado inútil como afirmou sua ex-noiva. 
Ignorando todos os conselhos sensatos que recebeu, o londrino Stanton assume um posto médico na remota Ilha de Skye convencido de que pode conviver com as condições de vida, digamos... primitivas. É aí que conhece a senhora Brenna Donnegal, e por mais que tentasse, Stanton não consegue ignorar aquela bela mulher. 
Ela ocupou o antigo papel do pai como médica local da Ilha, e está mais do que irritada por encontrar Dr. Stanton assumindo seu trabalho e a casa de campo de seu pai. Por bem ou por mal, ela dará o castigo merecido ao usurpador. Mas o que começa como uma faísca de um cabo de guerra entre dois corações orgulhosos logo inflama no fogo ardente da paixão. [SKOOB]



  Existe duas coisas que penso em dizer a quem lê essa sinopse e pensa se deve ler ou não este livro através dela. A primeira coisa é que essa sinopse engana. A segunda coisa é que se gostou dela, mas ficou com medo quando disse que ela engana, é que o livro é bem melhor!

  Reilly Stanton vai até a remota ilha de Skye em busca de reconhecimento, especialmente para provar para sua ex-noiva que é capaz de fazer sacrifícios pelas pessoas em sua profissão de médico, mesmo sendo também um nobre. Ao longo da história, porém, podemos ver que Stanton tinha uma visão distorcida sobre a ex-noiva, seus intentos e sobre ele mesmo.