Resenha: Mil Beijos de Garoto

Autora: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Ano: 2017
Páginas: 400

*Obra cedida pela editora no formato de livro físico, para resenha, referente a parceria de 2017.

    Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação. [SKOOB]

    Após ouvir muitas coisas sobre esse livro, sobre muitas pessoas me dizerem “para me preparar para as lágrimas”, eu enfim o peguei. De cara, amei a capa e a sinopse me deixou intrigada, apesar de me lembrar um clichê que nada se encaixaria com “jovem adulto”. Mas quantas vezes a sinopse não me enganou?


    A primeira coisa que devemos saber quando formos ler é que a história não começa falando de um romance e, sim, de uma amizade. Uma amizade que começa entre duas crianças de cinco anos. 

“Poppy e Rune. Melhores amigos até o infinito. Era o que eu pensava. Engraçado como as coisas mudam” 

    Mas o que impede uma amizade sincera de virar um romance? O livro é narrado pelo ponto de vista dos dois personagens, Rune e Poppy, que se conhecem desde os cinco anos e são, realmente, melhores amigos um do outro. Porém, aos oito anos, Poppy perde a sua melhor amiga, sua avó, e, ao mesmo tempo, ganha uma nova aventura. Encher de lembranças de beijo, um pote. Mas não é qualquer beijo. Só poderia ser beijos com a sua alma gêmea, beijos que fizessem o coração disparar e fossem possíveis serem lembrados até em sua velhice.

    Quando Poppy conta isso ao seu melhor amigo, ele não se mostra muito feliz com a ideia de ela beijar outra pessoa e, mesmo muito novos, com apenas oito anos, Rune toma a decisão repentina de ser os beijos de Poppy. E, realmente, o coração dela dispara. No mesmo dia que ela ganha o pote dos mil beijos, ela ganha o seu primeiro beijo. 

    E é assim que a grande amizade vira um grande romance. Melhores amigos que se amam, que colecionam beijos memoráveis. Mesmo muitos anos depois, quando eles são jovens e todos esperam que tudo mude, os sentimentos de Rune e Poppy se mostram apenas mais intensos. Mas a pureza que se iniciou na infância, que encanta quem lê desde o início ainda está presente em cada parte da narração. É impossível não se encantar por eles logo no início. 

“As pessoas não entendiam que depois de todo esse tempo ela ainda fosse minha. Tínhamos apenas quinze anos, mas desde o dia em que a beijara no bosque florido, aos oito anos, ela tinha sido a única. Eu não tinha olhos para nenhuma outra garota. Eu só via Poppy. No meu mundo, só ela existia.” — pág. 33

    Porém, tudo parece desmoronar quando o pai de Rune anuncia que eles terão que voltar para Oslo, Noruega, por algum tempo, por conta de seu trabalho. O rapaz não aceita e sente raiva dos pais por o obrigarem a ir, a se afastar de Poppy. Ela não é muito diferente. Ao saber da notícia, os dois procuram aproveitar ao máximo o curto tempo que lhes resta juntos. Ele promete voltar, ela promete o esperar.

    Mesmo sendo tão novos, é possível sentir a dor. É fácil imaginar que isso se deve ao fato de serem novos e, por isso, sentirem tudo com a intensidade que a idade pede, mas os sentimentos são tão profundos que podemos sentir a dor da separação deles. 

“... imaginei a vida de volta à Noruga sem ela. Senti o estômago virar... só de pensar em não tê-la ao meu lado, segurando minha mão, beijando meus lábios...” — pág. 55

     E todos esses sentimentos intensos não nos preparam para o sumiço de Poppy. Porque é exatamente isso que acontece. Ela some, para de responder Rune repentinamente, o deixa sem contato ou explicações de repente, assim como nós.

    Quando Rune volta, dois anos depois, ele está completamente diferente do menino que conhecemos, que Poppy conheceu. Ele é fechado, carrancudo e possui raiva nos olhos o tempo todo. Poppy tenta se manter longe, mesmo lhe doendo pensar que ele se tornou assim por sua causa, ela acredita que está o poupando.

     O mistério que envolve Poppy, que a fez se afastar de Rune todo aquele tempo não demora a nos ser revelado. Antes, porém, ela sente o que é o perder. Em um momento de confronto entre os dois o segredo vem a tona e, mesmo que comecemos a suspeitar, é difícil não sentir a dor que os envolve nesse momento. 

“Nada se comparava à traição de um beijo de lábios prometidos.” — pág. 118

    A história não gira em torno do mistério de Poppy, mas sim sobre como as pessoas podem mudar com o tempo e como sua essência pode permanecer a mesma, apesar dessas mudanças. É o que acontece com Rune quando ele e Poppy se entendem novamente. Ele não é mais o doce menino que ela conheceu, mas ele ainda a ama, assim como ela a ele. E, em meio a esse amor, há a redescoberta de quem eles são, de quem se tornaram e do que eles continuam sendo nesse tempo.

    A emoção, tanto na narração, quanto para quem está lendo, é garantida. Pude sentir meu peito se apertar em alguns momentos e meus olhos arderem em outros. Pude rir e sorrir com as personagens, porque a narração me permitiu entrar na história junto com eles, tão bem feita é.

    Prepare o seu coração para muitos apertos e também para se aquecer, porque com “Mil Beijos de Garoto” fica comprovado que um coração pode se partir e se aquecer ao mesmo tempo.

“Poppy e Rune. Duas metades do mesmo todo. Reunidos por fim. Quando mais importa.” — pág. 147


Classificação

Gênero
Romance
Drama
Ficção 


16 comentários:

  1. Esse é um livro que eu quero muito ler, e eu vou comprar esse livro ainda. Mais de uma coisa é certa eu tenho certeza que eu vou chorar. Amei a resenha

    ResponderExcluir
  2. Eu suspirei com a resenha, imagina com a leitura. Parece ser um leitura rápida de pura emoção, vou procurar prmoção para ler. Adorei a dica.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda tudo bem?
    Essa realmente parece ser uma linda de ser feita, o romance está no ar e só imagino como deve ser difícil para o personagem a saudade que está a sentir, espero que a reencontre.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Ola,
    Estou curiosa para ler esse livro parece ser um livro bem emocionante, não li alguns trechos da sua resenha porque fiquei com medo de descobrir coisa demais e realmente quero ler muito o livro porque tenho certeza que vou gostar.
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fernanda. Também já li muitas resenhas sobre esse livro e ele está na minha lista desde o lançamento, espero que assim como você eu possa me emocionar durante a leitura. A capa é realmente linda e quero saber como a separação deles se desenvolve. Deve ter sido muito bom eles dois se reencontrando e se redescobrindo, mesmo com a mudança de atitudes do Rune. Quero muito ler esse livro. Sua resenha está ótima!

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Estou louca para ler este livro, até já comprei, mas por causa das leituras de parceria ainda não consegui e estou preparada para as emoções que o livro promete!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. A capa já tinha me conquistado, mas sua resenha me ganhou haha
    Não é um gênero que goste muito, mas autora parece ter colocado tudo de uma forma tão real que a história nos envolve.
    Parece aquele livro que nos faz pensar em diversas coisas.

    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Ahhh, eu estou tão curiosa para ler esse livro, hahaha. Faz tempo que o pessoal está falando de como essa leitura é emocionante, e eu não vejo a hora de ler a obra. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  9. Não tinha lido nenhuma resenha desse livro ainda, e agora já preciso ler esse livro, sua resenha me deixou louca aqui de ansiedade.
    Que premissa maravilhosa. Adorei saber que a história é sobre a amizade dos dois, adoro isso e também nos faz refletir sobre mudanças... Realmente todo mundo muda com o tempo.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu simplesmente amo esse livro. Claro que a história é de cortar o coração né, mas não tem como amar e se emocionar com a história de Poppymin e Rune.
    Sua resenha me deixou com vontade de reler essa história.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Olá Fernanda,
    Esse livro deveria ser vendido com uma caixinha de lenço pra enxugar as lágrimas. Eu adoro essa história - já li 2 vezes e sobrevivi! Acho que a amizade retratada no livro é muito bacana. A forma como os personagens se envolvem, o amor puro, enfim, é tudo incrível.
    Fiquei com uma baita vontade de reler de novo rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. É ótimo quando o autor consegue nos envolver na história a ponto de nos fazer sentir todas as emoções. Também sou dessas de rir e chorar em um livro, parecendo uma doida. Mas não tem coisa melhor.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Oie, gostei da Resenha.
    O livro a Mil beijos de garoto já está na minha lista, faz um tempinho espero ler-lo para descobrir esse romance.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Só vejo elogios para essa resenha! Um livro lindo que com certeza está na minha lista e espero me encantar por ele!

    ResponderExcluir
  15. Só ouço maravilhas a respeito dessa obra e ainda não consegui colocar na minha lista de leitura. Prevejo muita emoção e algumas lágrimas quando eu ler essa obra. Espero me encantar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  16. OIii!

    Que felicidade saber que sua expectativa foi suprida!!! Isso é maravilhoso demais!!!
    Gostei bastante da sua resenha e espero me encantar com a obra tbm!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir